Bootcamp de programação

Tudo Sobre Inteligência Artificial IA: Significado, Exemplos e Mais

Saber quando e onde incorporar esses projetos, bem como quando recorrer a terceiros, ajudará a minimizar essas dificuldades. Os desenvolvedores usam curso de teste de software para executar tarefas de maneira mais eficiente, que de outra forma são feitas manualmente, conectar-se com clientes, identificar padrões e resolver problemas. Para começar a usar IA, os desenvolvedores devem ter uma formação em matemática e se sentir confortáveis com algoritmos. Ele utiliza redes neurais artificiais com várias camadas de abstração para se destacar em tarefas de reconhecimento e classificação de padrões — tudo isso baseado em conjuntos de dados. Essa tecnologia parte da premissa de que sistemas podem aprender com os dados para identificar padrões, tomar decisões informadas e melhorar a si mesmos com o mínimo de intervenção humana. O futuro são modelos treinados em um amplo conjunto de dados não rotulados que podem ser usados em diversas tarefas, com ajuste fino mínimo.

Aqui entra o detalhe de que a IA pronta para uso está tornando a operacionalização da IA mais fácil. Pessoas desenvolvedoras de software e cientistas de dados são diretamente afetados pela IA, pois utilizam algoritmos e técnicas de aprendizado de máquina https://www.jornaldealagoas.com.br/geral/2024/01/18/22446-curso-de-teste-de-software-drible-a-falta-mao-de-obra-no-mercado-de-trabalho para criar e aprimorar aplicações e sistemas ou utilizam APIs que fazem uso desses algoritmos. A IA pode aprender com dados e identificar padrões e tendências ocultas, possibilitando a previsão de eventos futuros e a tomada de decisões baseadas em dados.

Veja 10 imagens impressionantes criadas pelo Midjourney

A empresa usou uma plataforma de IA da DataRobot para construir modelos que identificaram os critérios de compra dos clientes e ajudaram as equipes de marketing e vendas a executar campanhas mais eficazes. Como resultado, a empresa teve um aumento de 10% nas vendas e um retorno sobre o investimento de 5 a 30 vezes. Embora tenham havido avanços nas décadas seguintes, entre 1980 e 1990 a IA enfrentou um período de desilusão e cortes de financiamento, conhecido como “inverno da IA”. Apesar disso, houveram avanços significativos em algoritmos de aprendizado de máquina, como redes neurais, algoritmos genéticos e aprendizado por reforço. Atualmente, muitas empresas estão fazendo grandes investimentos em IA para aumentar a eficiência e produtividade, além de inovar e obter vantagens competitivas.

Para os interessados em entender melhor como funciona o universo do IA, a plataforma de cursos online Eu Capacito, do Instituto IT Mídia, está oferecendo 5 cursos gratuitos e introdutórios sobre o tema. Mais de 1,5 milhão de pessoas ao redor do Brasil já foram beneficiadas com os conteúdos, que contam com aulas ministradas por grandes empresas, como FIAP, IBM, IDP e Microsoft. Algumas empresas de tecnologia já apontaram diretamente a IA como uma razão pela qual estão repensando os níveis de contratação. Desde então, as atualizações da tecnologia expandiram o uso de chatbots e sistemas de IA, tornando-os mais comuns e estimulando investimentos maciços. A IA se tornou um tópico quente no Fórum Econômico de Davos no ano passado, quando o ChatGPT tomou o mundo.

Exemplos de inteligência artificial

Com esses conceitos bem construídos e desenvolvidos, será possível se aprofundar cada vez mais nesse campo e construir algoritmos cada vez mais complexos e úteis no cotidiano. Ao mesmo tempo, é imprescritível que exista um profundo debate e planejamento sobre o assunto, de forma a garantir segurança de que as novas tecnologias atuem de maneira ética e benéfica para a humanidade. Já os empregos de baixa complementaridade são os mais ameaçados pela IA. É o caso de operadores de telemarketing, que podem ser totalmente substituídos pelas novas tecnologias, com pouca necessidade de um componente humano. Esse critério do estudo do FMI – exposição de um emprego à inteligência artificial — engloba tanto trabalhos que vão se beneficiar da tecnologia como aqueles que estarão ameaçados por ela no futuro. No Brasil, o FMI avalia que 41% dos empregos têm alta exposição à inteligência artificial.

Um exemplo é o chatbot Eliza, desenvolvido por Joseph Weizenbaum no laboratório de Inteligência Artificial do MIT entre os anos de 1964 e 1966. Outro exemplo bastante conhecido é o programa A.L.I.C.E. (Artificial Linguistic Internet Computer Entity, ou Entidade Computadorizada de Linguagem Artificial para Internet), um software que simula uma conversa humana. Programado em Java e desenvolvido com regras heurísticas para os caracteres de conversação, seu desenvolvimento resultou na AIML (Artificial Intelligence Markup Language), uma linguagem específica para tais programas e seus vários clones, chamados de Alicebots. A utilização da IA permite obter não somente ganhos significativos de performance, mas também possibilita o desenvolvimento de aplicações inovadoras, capazes de expandir de forma extraordinária nossos sentidos e habilidades intelectuais. Cada vez mais presente, a inteligência artificial simula o pensamento humano e se alastra por nosso cotidiano. Esse passo reforça que, atualmente, a inteligência artificial é impactante no setor econômico.

Como funciona a Inteligência Artificial?

É nesta subárea da Inteligência Artificial que se concentra grande parte de suas profecias controversas, como a de chegarmos à imortalidade ou de um mundo dominado por máquinas. Essas máquinas inteligentes combinam grandes volumes de dados, alimentados constantemente por humanos, e algoritmos inteligentes para ler e interpretar padrões. Isso faz com que o seu processo de aprendizado e, consequentemente, de ensino, seja muito eficiente. A inteligência artificial, em um contexto amplo, possui aplicações diversas, sendo empregada na resolução de problemas práticos por entidades civis, governamentais, e militares. Há uma discussão sobre como a IA tem sido integrada em sistemas de planejamento automatizado, diagnóstico médico, reconhecimento de linguagem e muito mais, mostrando a ampla gama de aplicações e o impacto profundo da IA em múltiplas áreas.

  • O ChatGPT, por exemplo, se tornou uma febre nas últimas semanas ao interagir com usuários de maneira natural e autêntica.
  • Conheça a Niara, a primeira ferramenta de produção de conteúdo e otimização do Brasil feita com inteligência artificial e automações.
  • Embora a IA tenha suas origens na década de 1950, foi nas últimas décadas que seu desenvolvimento acelerou, com avanços significativos em hardware, software e técnicas de aprendizado.
  • Para começar a usar IA, os desenvolvedores devem ter uma formação em matemática e se sentir confortáveis com algoritmos.
  • Conforme mencionado acima, tanto o deep learning quanto o aprendizado de máquina são subcampos da inteligência artificial, e o deep learning é, na verdade, um subcampo do aprendizado de máquina.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *